BAHIA AQUI É TRABALHO 0919
Em cima da hora:
Família em Barbacena tem casa furtada enquanto viajava
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • Contagem regresiva

    Não deixe para última hora. Faça logo sua inscrição no Aqi Ingressos no Shopping Boulevard, Balcão do jornal na Vila Containner e sede do jornal e na loja Pinguim do Sertão. ------------------- ✔ Kit corrida R$ 70 (camisa poliamida, bolsa, número de peito, medalha, viseira e squezze) ✔ Kit Mais R$ 95 (acrescenta short saia e necessaire) ✔ Kit Caminhada R$ 40 (Camisa poliamida, bolsa e número de peito)
    04.02.2016 19h10m
    Recomendar



  • Confira o Kit da Corrida TPM

    A corrida acontece dia 06 de março só para mulheres
    04.02.2016 14h00m
    Recomendar



  • Atleta feirense diz como esporte mudou a vida

    O amor aconteceu na I Corrida de Feira e ela não conseguiu completar
    04.02.2016 10h33m
    Recomendar

    A mulher, mãe, esposa e atleta Jacivan Mota de Souza, mais conhecida como Jaci Mota, ganhou destaque nas redes sociais pelos seus depoimentos a respeito de como o esporte mudou a sua vida.

    O jornal FOLHA DO ESTADO a entrevistou e conta agora um pouco da historia dessa guerreira que serve de exemplo de que, quando se quer muito uma coisa, deve-se tentar ao máximo até alcançar seu objetivo.

    Nascida no município de Ipecaetá, mas moradora de Feira de Santana desde pequena, Jaci, 42 anos, se diz “ligada nos 220 volts”, pois, enfrenta a jornada diária como trabalhadora, dona de casa e mãe, ainda encontrando tempo para treinar e competir.

     

    Em depoimento comovente e empolgante, ele se considera uma ‘corredora feliz’. “Eu era sedentária, na minha primeira corrida estava empolgada, dei meu máximo na largada, passei mal e não consegui completar o percurso, quando cheguei a minha casa, pendurei meu tênis no varal e disse pra mim mesma que corrida era pra doido e que não voltaria a correr".

    "Já recuperada física e psicologicamente, no dia seguinte resolvi lançar um desafio pessoal, participar de uma próxima corrida, sem me preocupar com tempo, sem o compromisso de competição e assim o fiz."

    "Pois é, o tempo passou , me adaptei , treinei e já participei de três meias maratonas. Em junho de 2015 tive uma lesão e o ortopedista disse que não deveria mais correr, mas participei assim mesmo da Corrida de Feira e fui ao pódio após me recuperar da lesão".

    A atleta não só participou da Corrida de Feira, como também de outras competições na cidade e fora de Feira de Santana. "Participei ainda da Maratona da Bahia, ficando em quarto na minha categoria. Tenho agora novos desafios, primeiro baixar meu tempo na corrida TPM e na Corrida de Feira, pode até parecer que estou querendo muito, mas sei que é possível.

    Jaci também cita os benefícios que a corrida trouxe para o dia-a-dia. "A corrida mudou completamente a minha vida, hoje sou uma pessoa mais saudável, não sou mais estressada, as dores de cabeça que tinha desapareceram, mudei minha alimentação, o humor melhorou e minha disposição aumentou".

    "Tudo isso por ter mudado meu estilo de vida através do esporte, além de ter levado ás corridas familiares e amigos. Também participo do projeto (Ganhar vidas através do esporte) incentivado pelo grupo Atletas de Cristo".
     

     

    Participar de um grupo de corrida também é fundamental para o desempenho da atleta. "Faço parte do grupo CORRERIA, que pra mim é o mais top de Feira de Santana e tenho como inspiração minha amiga Edna Pio. Acordo as 4h30 e enfrento uma jornada de 9 horas fora de casa, mas não abro mão de minhas corridas e de servir ao senhor".

    "Graças ao Grupo Folha do Estado sou ‘viciada’ no esporte, sou uma corredora Feliz”, afirma Jaci que diz sonhar em participar de uma meia maratona aqui em Feira, organizada pelo Grupo Folha do Estado é claro".



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia